A de a marca usar um nome

A estratégia de expansão passou pela aposta em mercados com grande potencialde crescimento como Europa, África, Ásia, nas Américas e sobretudo nas economiasemergentes. Nestas, nomeadamente na China e na Índia, foi onde instalou os seuscentros de produção. O resultado é a maior parte do seu volume de negócios serrealizado no exterior, que desde 2010 tem vindo a aumentar a uma média de 30% aoano. Assim, fica visível que o facto de a marca usar um nome francês conseguiu umaatratividade que não conseguiria se tivesse usado um nome português. A empresaaproveitou a situação para se internacionalizar e crescer. Tendo implementado a suaprodução na China e India, visto que são locais que dispõem de mão-de-obra barata.Em relação às subsidiarias, a Parfois criou a sua primeira em Espanha, que porsua vez se tornou no centro de design dos artigos para todas as lojas, sendo também ocentro estratégico. Seguidamente, a função das subsidiarias é a implementação, vistoque, a maioria apenas serve para gerar capital, não ajudando para ganhar vantagenscompetitivas. Elas são classificadas como comerciais, pois apenas têm a missão decomercializar os produtos da marca. Têm uma estrutura autónoma e auto-suficiente,enquadrando-se nas caraterísticas duma organização Multinacional.Em relação à sua expansão, esta não teve um modelo direto, pois tudo acontecede forma reativa (caso Arabia Saudita) e seguidamente de forma estratégica (casoEspanhol). No que toca às vantagens da expansão reativa foi a possibilidade deconseguir usar esse canal para se continuar a expandir, já que serviu de experiência,atualmente grande parte dos mercados onde opera é através do franchising.No que toca às vantagens estratégicas, a localização escolhida, torna-se visível para aempresa que recorre ao investimento direto estrangeiro tendo em atenção aocrescimento dos mercados emergentes, aumentar a sua dimensão, atacar concorrentese espetativas de desenvolvimento económico. Deste modo, a Parfois conseguiu tirarvantagens neste modo de internacionalização, pois detinha um grande controlo damarca, conseguia obter informações do mercado, não existia a partilha de margens, noentanto o seu risco era evidentemente mais elevado.Por último, é possível afirmar que a Parfois é uma empresa que nasce de formaglobal (born global). Tendo como base a teoria Bell (2008), o conceito born again localé verificado até 2009, pois existiu um foco no mercado português. A partir de 2010 amarca expandiu-se a ritmo estrondoso, conseguiu entrar em 32 novos países em apenas4 anos. No período entre 2010 e 2013 as vendas para o mercado externo atingiram maisde 25% do total (identificação de uma empresa Born Global), estas caraterísticasconduzem a concluir que segundo Bell (2008), a empresa é considerada Born Global.

x

Hi!
I'm Isaac!

Would you like to get a custom essay? How about receiving a customized one?

Check it out